segunda-feira, 9 de agosto de 2010

A vida é semelhante à água corrente.
Ela nunca flui para trás.
Pelo que o homem moderno procura em sua vida limitada?
Ele está procurando pela vaidade?
Pelo desenvolvimento?
Pelo seu coração vazio?

(Adaptado de Hozumi Gensho Rôshi,
Zen Heart. York Beach: Wiser Books, 2001.)
Site: Ecos do Silêncio

Nenhum comentário: