sábado, 30 de agosto de 2014

Felicidade

Lasar Segall "Mário de Andrade na rede"
“És precária e veloz.
Felicidade.
Custas a vir e quando vens,
não te demoras.
Foste tu
que ensinaste aos homens
que havia tempo
e, para te medir,
se inventaram as horas”?

Cecília Meireles (1901-1964)

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Paraíso

Johann Friedrich Gruber
“A alma está no limiar do jardim do paraíso”.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Julio Cortázar

Konstantin Razumov
Quero sentir o seu cheiro pelo
Meu grande olhar.
Quero sentir o seu gosto pelas
Minhas sublimes mãos!
Quero esquecer os sentidos das coisas
E das palavras
Chega de sinonímia, paronímia,
Ambiguidades e sinestesias!
As hiperonímias e as hiponímias
Não prestam para adocicar!
Só sabem relacionar!
Estas misturas de sentido
me botam para arrepiar!

Julio Cortázar (1914-1984)

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Perfume de rosas

Marie-François Firmin-Girard
Cálidas rosas que iluminam esta vida
Leva-me com sua brisa
Cheia da sua maravilhosa rufada
De sua essência cheia de purpurina e alegria.

Rosas iluminam a minha vida
não seja também passageira
Viva a vida intensamente
Viva em grande harmonia
Espalhando a sua essência.

Viva em grande paz com as vistas
Como uma bruma que ressuscita
Uma fênix que levanta voo de suas cinzas.

Julio Cortázar (1914-1984)

terça-feira, 26 de agosto de 2014

O homem e as coisas

Anna-Mari West
“Quem conhece o solo e o subsolo da vida, sabe muito bem que um trecho de muro, um banco, um tapete, um guarda-chuva, são ricos de ideias e de sentimentos, quando nós também o somos, e que as reflexões de parceria entre os homens e as coisas compõem um dos mais interessantes fenômenos da terra.”
Machado de Assis (1839-1908)
Quincas Borba

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

O Melro

Crista Forest
Tudo o que existe é imaculado e é santo!
Há em toda a miséria o mesmo pranto
E em todo o coração há um grito igual.

Deus semeou d'almas o universo todo.
Tudo que o vive ri e canta e chora …
Tudo foi feito com o mesmo lodo,
Purificado com a mesma aurora.

Ó mistério sagrado da existência,
Só hoje te adivinho,
Ao ver que a alma tem a mesma essência,
Pela dor, pelo amor, pela inocência,
Quer guarde um berço, quer proteja um ninho!

Só hoje sei que em toda a criatura,
Desde a mais bela até à mais impura,
Ou numa pomba ou numa fera brava,
Deus habita, Deus sonha, Deus murmura!…

Guerra Junqueiro (1850-1923)

domingo, 24 de agosto de 2014

Amigos

William-Adolphe Bouguereau
“A mais linda descoberta que
verdadeiros amigos podem fazer;
é que são capazes de evoluir separadamente
sem se afastarem um do outro”.

Elisabeth Foley

sábado, 23 de agosto de 2014

Soneto das luzes

Casemiro Ramos Filho
"Praia do Leblon e a Pedra da Gávea"
Uma palavra, outra palavra, e vai um verso,
eis doze sílabas dizendo coisa alguma.
Trabalho, teimo, limo, sofro e não impeço
que este quarteto seja inútil como a espuma.

Agora é hora de ter mais seriedade,
para essa rima não rumar até o inferno.
Convoco a musa, que me ri da imensidade,
mas não se cansa de acenar um não eterno.

Falar de amor, oh meu pastor, é o que eu queria,
porém os fados já perseguem o poeta,
deixando apenas a promessa da poesia,

matéria bruta não coube no terceto.
Se o deus flecheiro me lançasse a sua seta,
eu tinha a chave pra trancar este soneto.

Antônio Carlos Secchin

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Improviso Corrigido

Pedro Weingärtner
Se minto? Quantas vezes!
Mas em palavras. Não
Nos meus olhos castanhos portugueses,
Nestas linhas atávicas da mão...
Se minto? ... Minto, pois!
Mas nas orais palavras que vos digo,
Não nas que entôo a sós comigo,
E em que enfim deixo de ser dois.
Não nas que entrego a músicas, miragens,
Alegorias, fábulas, mentiras,
Cadências, símbolos, imagens.
Ecos da minha e mil milhões de liras.
Se minto?...Minto! É regra de viver.
Mas não quando, poeta, me desnudo,
E a mim me visto de inocência, e a tudo.
Venha quem saiba ver!
Venha quem saiba ler!


José Régio (1901-1969)

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Haikai

Photograph Sean Foster
Ah, como é bonita!
Pela porta esburacada
surge a Via Láctea.

Kobayashi Issa (1763-1827)

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Lamentação

Karl Ernest Rudolf Heinrich Salem

Nenhum homem tem mais saída:
Antes de nós o dilúvio.
Durante o tédio no caos,
Depois o épico escuro.
A esperança desespera.
Os olhos não são para ver
Nem os ouvidos para ouvir.

O diálogo virou monólogo,
Meio-dia é meia-noite.
Todos curvados constroem
Suas próprias algemas.
O longo ai das criaturas
Sobe para o céu
Forrado de espadas.

Murilo Mendes (1901-1975)

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Grandes Filósofos:

Jacques-Louis David - "A Morte de Sócrates"
Tales de Mileto
Data de Nascimento: (624-625 a.C.)
Data de Morte: (556-558 a.C.)
Nasceu em Mileto, antiga colônia grega, na Ásia Menor, atual Turquia.
É o primeiro filósofo ocidental de que se tem notícia. Tales é apontado como um dos sete sábios da Grécia Antiga. Além disso, foi o fundador da Escola Jônica. Considerava a água como sendo a origem de todas as coisas, e seus seguidores, embora discordassem quanto à “substância primordial” (que constituía a essência do universo), concordavam com ele no que dizia respeito à existência de um “princípio único" para essa natureza primordial.
Pitágoras
Data de Nascimento: 571 a.C.
Data de Morte: 497 a.C.
“Os homens são miseráveis, porque não sabem ver,
nem entender os bens que estão ao seu alcance.”
Pitágoras
Nasceu em Samos, uma ilha da Grécia.
Fundou uma escola mística e filosófica em Crotona (colônias gregas na península itálica), cujos princípios foram determinantes para a evolução geral da matemática e da filosofia ocidental sendo os principais temas a harmonia matemática, a doutrina dos números e o dualismo cósmico essencial.
Teve como sua principal mestra, a filósofa e matemática Temstocléia.
Demócrito
Data de Nascimento: 460 a.C.
Data de Morte: 370 a.C.
Nasceu em Abdera (Trácia), e é tradicionalmente considerado um filósofo pré-socrático. Cronologicamente é um erro, já que foi contemporâneo de Sócrates e, além disso, do ponto de vista filosófico, a maior parte de suas obras tratou da ética e não apenas da physis (cujo estudo caracterizava os pré-socráticos).
Platão
Data de Nascimento: 428-427 a.C.
Data de Morte: 348-347 a.C.
Nasceu em Atenas. Autor de diversos diálogos filosóficos e fundador da Academia em Atenas, a primeira instituição de educação superior do mundo ocidental. Juntamente com seu mentor, Sócrates, e seu pupilo, Aristóteles, Platão ajudou a construir os alicerces da filosofia natural, da ciência e da filosofia ocidental,
Aristóteles
Data de Nascimento: 384 a. C.
Data de Morte: 322 a. C.
Nasceu em Estagira (Macedônia). Aluno de Platão e professor de Alexandre, o Grande. Seus escritos abrangem diversos assuntos, como a física, a metafísica, as leis da poesia e do drama, a música, a lógica, a retórica, o governo, a ética, a biologia e a zoologia.
Santo Agostinho ⇒ Agostinho de Hipona
Data de Nascimento: 13 de novembro de 354
Data de Morte: 28 de agosto de 430
Nasceu na Argélia e foi um dos mais importantes teólogos e filósofos dos primeiros anos do cristianismo cujas obras foram muito influentes no desenvolvimento do cristianismo e filosofia ocidental.
Nicolau Copérnico
Data de Nascimento: 19 de Fevereiro de 1473
Data de Morte: 24 de Maio de 1543
Copérnico nasceu em Torun, Polônia e desenvolveu a teoria heliocêntrica do Sistema Solar. Foi também cônego da Igreja Católica, governador e administrador, jurista, astrólogo e médico.
Galileu Galilei
Data de Nascimento: 15 de fevereiro de 1564
Data de Morte: 8 de janeiro de 1642
Nasceu em Pisa (Itália) e foi personalidade fundamental na Revolução Científica. Desenvolveu os primeiros estudos sistemáticos do movimento uniformemente acelerado e do movimento do pêndulo. Descobriu a lei dos corpos e enunciou o princípio da inércia e o conceito de referencial inercial, ideias precursoras da mecânica newtoniana. Galileu melhorou significativamente o telescópio refrator e com ele descobriu as manchas solares, as montanhas da Lua, as fases de Vênus, quatro dos satélites de Júpiter, os 4 anéis de Saturno, as estrelas da Via Láctea. Estas descobertas contribuíram decisivamente na defesa do heliocentrismo.
Johannes Kepler
Data de Nascimento: 27 de dezembro de 1571
Data de Morte: 15 de novembro de 1630
Nasceu na cidade imperial Weil der Stadt no estado alemão. Foi matemático e astrólogo e figura-chave da Revolução Científica do século XVII.
Foi responsável por ter formulado as leis da mecânica celeste ou simplesmente Leis de Kepler:
▪ Lei das Órbitas;
▪ Lei das Áreas;
▪ Lei dos tempos.
René Descartes
Data de Nascimento: 31 de Março de 1596
Data de Morte: 11 de Fevereiro de 1650
Nasceu em La Haye cidade próxima de Paris. Descartes, por vezes chamado de "o fundador da filosofia moderna" e o "pai da matemática moderna", é considerado um dos pensadores mais importantes e influentes da História do Pensamento Ocidental. Inspirou contemporâneos e várias gerações de filósofos posteriores; boa parte da filosofia escrita a partir de então foi uma reação às suas obras ou a autores supostamente influenciados por ele. Muitos especialistas afirmam que, a partir de Descartes, inaugurou-se o racionalismo da Idade Moderna.
Thomas Hobbes
Data de Nascimento: 5 de abril de 1588
Data de Morte: 4 de Dezembro de 1679
Nasceu na Aldeia de Westport (Inglaterra). Foi matemático, teórico político, e filósofo. Autor de Leviatã.
Na obra Leviatã, explanou os seus pontos de vista sobre a natureza humana e sobre a necessidade de governos e sociedades.
John Locke
Data de Nascimento: 29 de Agosto de 1632
Data de Morte: 28 de Outubro de 1704
Nasceu em Wrington (Inglaterra). Foi filósofo e ideólogo do liberalismo, sendo considerado o principal representante do empirismo britânico e um dos principais teóricos do "Contrato Social".
Isaac Newton
Data de Nascimento: 4 de janeiro de 1643
Data de Morte: 31 de março de 1727
Nasceu em Woolsthorpe-by-Colsterworth (Inglaterra)
Newton foi um gênio da sua época. Além de física e matemática, ele estudou filosofia, astronomia, alquimia, teologia, astrologia entre outras ciências. Ele, juntamente com vários outros cientistas e pensadores da época, acreditavam que o estudo dessas ciências possibilitaria a compreensão e estudo dos fenômenos naturais
Dentre os muitos trabalhos que Isaac Newton elaborou, podemos citar:
▪ O desenvolvimento da série de potência de um binômio, que hoje é conhecido pelo nome de binômio de Newton;
▪ A criação e desenvolvimento do cálculo diferencial e cálculo integral.
▪ O estudo sobre os fenômenos óticos que possibilitaram a elaboração da teoria sobre a cor dos corpos;
▪ O estudo das leis dos movimentos, lançando as bases da Mecânica;
▪ O desenvolvimento das primeiras ideias sobre a Gravitação Universal.
Gottfried Wilhelm Leibniz
Data de Nascimento: 1 de julho de 1646
Data de Morte: 14 de novembro de 1716
Nasceu em Leipzig na Alemanha. A ele é atribuída a criação do termo "função" (1694), que usou para descrever uma quantidade relacionada a uma curva, como, por exemplo, a inclinação ou um ponto qualquer situado nela. É creditado a Leibniz e a Newton o desenvolvimento do cálculo moderno, em particular o desenvolvimento da integral e da regra do produto. Descreveu o primeiro sistema de numeração binário moderno (1705), tal como o sistema numérico binário utilizado nos dias de hoje. Demonstrou genialidade também nos campos da lei, religião, política, história, literatura, lógica, metafísica e filosofia.
François Marie Arouet, mais conhecido como Voltaire
Data de Nascimento: 21 de novembro de 1694
Data de Morte: 30 de maio de 1778
Nasceu em Paris. Foi um escritor, ensaísta, deísta e filósofo iluminista francês.
Conhecido pela sua perspicácia e espirituosidade na defesa das liberdades civis, inclusive liberdade religiosa e livre comércio.
Immanuel Kant
Data de Nascimento: 22 de Abril de1724
Data de Morte: 12 de Fevereiro de1804
Nasceu em Königsberg na Alemanha, considerado como o último grande filósofo da Era Moderna.
Kant é famoso sobretudo pela elaboração do denominado idealismo transcendental: todos nós trazemos formas e conceitos a priori (aqueles que não vêm da experiência) para a experiência concreta do mundo, os quais seriam de outra forma impossíveis de determinar. A filosofia da natureza e da natureza humana de Kant é historicamente uma das mais determinantes fontes do relativismo conceptual que dominou a vida intelectual do século XX. No entanto, é muito provável que Kant rejeitasse o relativismo nas formas contemporâneas, como por exemplo o Pós-modernismo.
Kant é também conhecido pela filosofia moral e pela proposta, a primeira moderna, de uma teoria da formação do sistema solar, conhecida como a hipótese Kant-Laplace.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

História

Toni Demuro
“Ser membro da consciência humana
é situar-se com relação ao seu passado”

– Eric Hobsbawm (1917-2012)
“O mínimo que se pode exigir de um historiador é que ele seja capaz de refletir sobre a história de sua disciplina, de interrogar os diferentes sentidos do trabalho histórico, de compreender as razões que levam à profissionalização de seu universo acadêmico. o mínimo que se pode exigir de um educador é que seja capaz de sentir os desafios do tempo presente, de pensar sua ação nas continuidades e mudanças do trabalho pedagógico, de participar de uma maneira crítica da construção de uma escola mais atenta às realidades sociais”.
– António Nóvoa
***************************

sábado, 16 de agosto de 2014

Chama

Mario Sanchez Nevado

Não chama, só arde,
É muda, plantada,
Em chamas, calada,
Nunca muda nada,
Até que seja tarde.


Atanágoras Sena

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Marina Ginestà

Marina Ginestà
Ícone da resistência na Guerra Civil Espanhola (29 de janeiro de 1919 - 6 de janeiro de 2014) * 94 anos. Marina Ginestà tornou-se ícone da resistência contra Franco durante a Guerra Civil Espanhola graças a uma fotografia do alemão Hans Gutmann, mais tarde Juan Guzman. A famosa fotografia mostra a combatente francesa em 1936 quando tinha 17 anos em frente ao Hotel Colón, Barcelona.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

****

Barbara Siewierska
Agora, como sempre,
é com outros que se obtém perícia;
pois não é fácil encontrar
a porta dos poemas ainda escondidos.

Baquílides (520 e 450 a.C.)

domingo, 10 de agosto de 2014

Ofício manual

Olga Sinclair
Percorrer teu corpo com as mãos
como se mãos fossem pés de criança correndo na relva,
como se mãos fossem pés de lavrador percorrendo o campo.

Percorrer teu corpo
como as asas das garças percorrem o céu,
como as nadadeiras dos peixes percorrem a água.

Percorrer teu corpo com o olhar de uma criança percorrendo um brinquedo
antes de segurá-lo,
com a risada de uma criança segurando o brinquedo.

Percorrer teu corpo
como o olhar percorre o vinho ainda na videira
e apoja de sumo nossa boca.

Percorrer teu corpo
como um pomar carregado e um jardim florido,
colhendo flores e colhendo frutos.

Percorrer teu corpo
como um rio espalhando o humo na terra.

Fernando Mendes Vianna (1933-2006)

sábado, 9 de agosto de 2014

Edward Robert Hughes
Ah, bela grinalda de pérolas do amor de Deus, és mais bela do que o sol! Nada se iguala a ti. És tão evidente e ao mesmo tempo tão velada que nem uma pessoa dentre milhares neste mundo te reconhece. E, mesmo assim, portam-te muitos sem o saber...
Jacob Boehme (1575-1624)

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Soneto do amor e da morte

Andrey Aranyshev
Quando eu morrer murmura esta canção
que escrevo para ti. quando eu morrer
fica junto de mim, não queiras ver
as aves pardas do anoitecer
a revoar na minha solidão.

quando eu morrer segura a minha mão,
põe os olhos nos meus se puder ser,
se inda neles a luz esmorecer,
e diz do nosso amor como se não

tivesse de acabar, sempre a doer,
sempre a doer de tanta perfeição
que ao deixar de bater-me o coração
fique por nós o teu inda a bater,
quando eu morrer segura a minha mão.

Vasco Graça Moura (1942-2014)

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Charles Landseer

Charles Landseer - O Pão de Açúcar visto da Estrada do Silvestre
Charles Landseer (1799-1879) foi um pintor e aquarelista inglês que se tornou conhecido por acompanhar Charles Darwin como desenhista no primeiro trecho da sua viagem exploratória pelo mundo.
Após, em julho de 1825, o pintor chegou ao Rio de Janeiro com a missão diplomática inglesa encarregada de negociar o reconhecimento do Império do Brasil, aqui permanecendo até maio de 1826.
Produziu mais de 300 trabalhos em bico de pena, aquarelas, carvão e pinturas fixando a paisagem brasileira da época.
Outras obras do artista:
Charles Landseer - The monks of Melrose made good kaill
Charles Landseer - The Eve of the Battle of Edge Hill

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Reflexões:

Jean Baptiste Corot
“Quando seres sensíveis percebem a natureza interna divina, eles são Budas. Se um Buda se deixa dominar pela ilusão, ele é simplesmente um ser humano comum.”
Hui Neng (638-713)

Jesus disse: “Ame seu irmão como sua alma, proteja-o como a pupila de seu olho.”
(Evangelho de Tomé)

“Poesia são pensamentos que respiram, e palavras que queimam.”
Thomas Gray (1716-1771)

“Vê, no silêncio da noite, Deus nasce criança; restitui aquilo que Adão perdera. Do mesmo modo, se em relação ao criado, tua alma é silêncio e noite, Deus se encarnará em ti e tudo será restituído.”
Angelus Silesius (1624-1667)

domingo, 3 de agosto de 2014

Victor Bauer
Minha voz desenha bocas
no teu corpo a descoberto
veste o cuidado de geografia
(ainda que sempre alterada)

minha voz
pinta versos de verniz adocicado
na orla das tuas mãos afaga a alma sem pressa
à roda de um viva a liberdade.

Margarida Vieira

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Ingenuidade

Lin Wang
Brincam alegres, faceiros,
Pelos jardins, descuidosos,
Os dois priminhos formosos,
Trocando ditos brejeiros.

Depois estacam ligeiros
A contemplar desejosos
Os belos frutos cheirosos
Dos pendentes cajueiros.

Diz ele maliciosamente,
Por entre um riso de gozo:
Trepa, priminha… e os colhe…

– E ela, ingênua, as faces ternas,
Prende o vestido entre as pernas
E diz, subindo: – Não olhe…

Olavo Nunes (1871-1942)