quarta-feira, 29 de julho de 2015

Curiosidades sobre Filosofia Grega

Jacques Louis David - Sócrates
  1. Os adeptos da escola do filósofo Pitágoras (582 a.C. — 497a.C.), os chamados pitagóricos, se encontravam para debater as ideias de seu mestre, mas não se conheciam, pois compareciam às reuniões encapuzados.

  2. Aristóteles (384 a.C. — 322 a.C.) foi o primeiro a afirmar que a baleia e o golfinho não são peixes e que os morcegos não são pássaros. Ele registrou cerca de 500 classes diferentes de animais e dissecou mais ou menos 50 deles.

  3. O verdadeiro nome de Platão (427 a.C. — 347 a.C.) era Arístocles, mas por causa de seu tipo físico, passou a ser chamado de Platão, que significa "ombros largos".

  4. A Academia, fundada por Platão, pode ser considerada uma das escolas com maior longevidade da história: o filósofo morreu aos 80 anos, mas ela permaneceu em funcionamento por oito séculos, até ser fechada por ordem do imperador Justiniano.

  5. Sócrates (469 a.C. — 399 a.C) foi o único filósofo grego a não escrever nenhuma obra, pois tinha desprezo pela escrita. Ele preferia o diálogo como uma maneira de atingir "a verdade, o bem e a justiça". Os livros que existem e são creditados a Sócrates foram escritos, na verdade, por seus discípulos.

  6. Sócrates era homossexual e defendia esse tipo de relação como a mais alta inspiração para os "homens bem-pensantes", já que o sexo heterossexual só serviria como meio de reprodução. O amor entre dois homens era tido, pela cultura de algumas cidades-estado gregas, como o único verdadeiro.

  7. Os filósofos Pitágoras e Platão eram vegetarianos. Eles pararam de consumir alimentos de origem animal por considerá-los impuros.

  8. Diógenes (404 a.C. — 323a.C.), conhecido como "O Cínico", desprezava os poderosos e as convenções sociais de sua época e, como uma forma de protesto, andava vestido em trapos e morava em um barril.

  9. Até o século V a.C., os gregos, assim como os babilônios e os egípcios, acreditavam que os sonhos eram mensagens dos deuses. Tanto que construíram o templo de Asclépio, onde os doentes dormiam e tentavam sonhar com algo que os levasse à cura. Heráclito (544 a.C. — 484 a.C.) foi o primeiro a dizer que o sonho é uma experiência individual e que não tem nenhuma relação com as vontades dos deuses.

  10. Anaxágoras (500 a.C. — 428 a.C.) foi obrigado a deixar Atenas depois de declarar que o Sol seria uma pedra incandescente maior que a região do Peloponeso. Ele foi perseguido e condenado por "impiedade".

Nenhum comentário: