domingo, 5 de outubro de 2014

A Linguagem Disfarça o Pensamento

“Se tomarmos "eternidade" não como uma duração temporal
infinita, mas sim como a ausência do tempo, [podemos então dizer que]
a vida eterna pertence a aqueles que vivem no presente”.

Ludwig Wittgenstein
Gustav Klimt-Retrato de Margaret Stonborough-Wittgenstein
A linguagem disfarça o pensamento. E principalmente de tal forma que, segundo a forma exterior da roupagem, não é possível concluir sobre a forma do pensamento disfarçado; porque a forma exterior da roupagem visa a algo bem diferente do que permite reconhecer a forma do corpo. Os arranjos tácitos para a compreensão da linguagem quotidiana são de uma enorme complicação.
Ludwig Wittgenstein (1889-1951)

Nenhum comentário: