quarta-feira, 9 de novembro de 2011

“Contudo, vê como és obscuro em teu destino:
Pois então, com um gesto involuntário, Apolo
Outrora matou seu bem-amado companheiro,
O jovem Jacinto, nascido na praia de Eurotas,
O jovem Jacinto, orgulho de Esparta.
Porém depois transformou-o em flor púrpura,
Lamentando não ter o mesmo poder para mudar-te, inverno.”

John Milton (1608-1674)

Nenhum comentário: