quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Hoje despertei em teus braços,
Brisa amiga,
busco teu rumo,
sinto teu sopro.
Brisa amiga vem comigo
receber o dia.
Sonhos antigos,
outros tempos, outros ventos,
restos, distantes ecos,
confundem meus pensamentos.
Estende teus braços,
apaga, do passado, os traços.
Brisa amiga vem comigo
ver nascer o dia.
Fecho os olhos, a luz me ofusca,
outros sentidos a me guiar,
inspiro profundamente, eterna busca,
quem sabe um dia vou encontrar.

MJSpeglich

Nenhum comentário: