terça-feira, 18 de setembro de 2012

Caravaggio - A incredulidade de São Tomé
O chamado Evangelho de Tomé é um apócrifo, pois não faz parte do cânone definido pela Igreja de Roma porque, em sua opinião, não foi inspirado por Deus; mas é, de fato, um apócrifo no verdadeiro sentido do termo grego de que deriva, pois é um texto oculto, secreto, reservado a iniciados nos mistérios.
O Evangelho de Tomé foi escrito por volta do ano 140 A.D., tendo sido citado por alguns Padres da Igreja, como Orígenes (185-254), até que em 787 foi considerado herético pelo Segundo Concílio de Niceia. Porém, a despeito da sua antiguidade, apenas foi parcialmente conhecido no Ocidente em 1920, quando o professor H. G. Evelyn White, da Universidade de Cambridge, publicou uma tradução em inglês de dois papiros em grego do século III, onde constam, somente, 14 Sentenças, e que foram descobertos, em mau estado, entre 1896 e 1907 na famosa estação arqueológica de Oxyrhynchus (antiga cidade egípcia situada a cerca de 180 Km do Cairo).
O texto completo apenas foi conhecido do grande público em 1981, quando a Harper Row, Publishers publicou a tradução em inglês dos cinquenta e dois tratados encontrados.

O Evangelho de Tomé

Um trecho: -

Estas são as Sentenças secretas que Jesus vivo proferiu e Dídimo Tomé escreveu:
1. E ele disse: "Quem encontrar a interpretação destas Sentenças não experimentará a morte.”
2. Jesus disse: "Que aquele que busca não cesse de buscar até encontrar. Quando encontrar, perturbar-se-á. Quando se perturbar ficará maravilhado e reinará sobre o Todo.”
3. Jesus disse: "Se aqueles que vos guiam vos disserem, ‘Vede, o Reino está no céu’, então os pássaros do céu preceder-vos-ão. Se vos disserem ‘está no mar’, então os peixes preceder-vos-ão. Mas o Reino está dentro de vós e fora de vós. Quando vos conhecerdes a vós mesmos, então sereis conhecidos e compreendereis que sois vós os filhos do Pai vivo. Mas se não vos conhecerdes, então vivereis na pobreza e sereis a pobreza.”
4. Jesus disse: "O idoso não hesitará em perguntar a uma criança de sete dias acerca do lugar da vida, e ele viverá. Pois muitos dos primeiros serão últimos e tornar-se-ão um e o mesmo.”
5. Jesus disse: "Conhecei o que está perante a vossa face, e o que vos está oculto ser-vos-á revelado, porque nada há oculto que não seja revelado.”
6. Os seus discípulos interrogaram-no dizendo, ‘Queres que jejuemos? Como oraremos? Devemos dar esmolas? Que dieta devemos observar?”
7. Jesus disse: " Afortunado é o leão que o homem comer e o leão se torna homem; e desgraçado é o homem que o leão comer , e o homem se torna leão”.
8. E Ele disse: "O ser humano é como um pescador sensato que lançou a sua rede ao mar e a retirou cheia de pequenos peixes. Entre eles, o pescador sensato descobriu um grande e excelente peixe. Atirou todos os pequenos peixes ao mar e escolheu, facilmente, o peixe grande. Quem tiver ouvidos para ouvir que ouça!”.
9. Jesus disse: "Eis que o semeador saiu, levou uma mão cheia de sementes, e espalhou-as. Algumas caíram na estrada; os pássaros vieram e apanharam-nas. Outras caíram nas rochas, não criaram raízes no solo e não produziram espigas. Outras caíram em espinheiros que sufocaram as sementes e os vermes comeram-nas. E outras caíram em solo fértil e isso produziu uma boa colheita; produziram sessenta por medida e cento e vinte por medida”.
10. Jesus disse: "Lancei fogo ao mundo e eis que estou a guardá-lo até que arda.”

Nenhum comentário: