sábado, 7 de abril de 2012

Laura Brightwood
“As palavras, não importa se são verbalizadas e transformadas em sons ou se permanecem como pensamentos, podem lançar um encanto quase hipnótico sobre nós. É muito fácil nos perdermos por causa delas, sermos hipnotizados pela crença implícita de que, quando vinculamos um termo a alguma coisa, sabemos o que ela é. Mas na verdade não sabemos. Apenas encobrimos o mistério com um rótulo. Tudo – um pássaro, uma árvore, uma simples pedra e, certamente, um ser humano – é, em última análise incognoscível. Isso ocorre porque todas as coisas têm uma profundidade insondável. Tudo o que podemos perceber, sentir e pensar a respeito é a camada superficial da realidade, menos do que a ponta do iceberg. É evidente que necessitamos usar palavras e pensamentos. Ambos têm sua própria beleza; no entanto, será que precisamos ser aprisionados por eles”?
Eckhart Tolle

Nenhum comentário: