sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Charles Courtney Curran
Fica, doçura, não te levantes;
A luz que brilha vem dos teus olhos neste instante;
Não é o dia que se levanta, meu coração é que tropeça
Porque devemos tu e eu nos separar com pressa.
Fica, senão minhas alegrias perecem,
Ainda na infância, já se extinguem.

John Donne (1572-1631)

Nenhum comentário: