sábado, 5 de novembro de 2011

Flores

‘ A Linguagem das Flores ’
Autor: Sheila Pickles
Editora: Melhoramentos
Conta-se que um inglês, em visita à Turquia no século XVIII, teria feito a seguinte afirmação: “aqui pode-se brigar, censurar, mandar cartas de paixão, amizade ou civilidade, ou mesmo notícias, sem nunca ter de sujar os dedos com tinta!”. O “código dos turcos” era o uso de flores para expressar sentimentos. Cada espécie tinha um significado e uma “carta” bem feita podia comunicar praticamente qualquer combinação de sentimentos.
Esse curioso costume teria logo chegado à França, onde “inventou-se” uma linguagem composta inteiramente de símbolos florais. Publicada em 1819, como Le Langage des Fleurs, tornou-se uma das referências favoritas. A nova linguagem das flores atraiu os poetas românticos na Inglaterra. “Doces flores sozinhas podem dizer o que a paixão tem medo de revelar”, disse Thomas Hood (1799-1845) no poema “A Linguagem das Flores”.
Na era vitoriana, a linguagem tornou-se mais complexa. As flores não só significavam diferentes sentimentos, mas a maneira como eram oferecidas e aceitas podia significar alguma coisa. Uma simples rosa vermelha aberta era sinal de admiração pela beleza feminina. Contudo, oferecer um botão com espinhos e folhas queria dizer: “Temo, porém com esperança”. Se a destinatária respondesse recatadamente com o botão virado para baixo, o gesto queria dizer: “Não deves temer, nem ter esperança”. Se a jovem pusesse a flor recebida nos cabelos, o gesto significava cautela, mas se a colocasse sobre o coração, significava que o amor era correspondido.
Eternos símbolos do amor, as rosas ganharam até uma “linguagem” própria: dizem que a cor das suas pétalas também levam mensagens. As vermelhas simbolizam as emoções apaixonadas, as de cores de rosa estariam ligadas aos amores sublimes, as brancas ao amor puro e incondicional, mas as amarelas são misteriosas - uns dizem que simbolizam o ciúme, enquanto outros afirmam que estão ligadas aos amores afortunados. É interessante também que até a forma de arrumar as rosas nos vasos pode expressar sentimentos: uma única rosa num vaso demonstra elegância e intimidade; várias delas, formando arranjos grandes e compactos inspiram alegria e confraternização.
Flor Nome Simbologia

Acácia Elegância

Amarílis Orgulho

Amores-Perfeitos Pensamentos
Anêmona Abandono

Begônia Cordialidade
Camélia Beleza Perfeita
Centáurea Sensibilidade
Cravo Ai, meu pobre coração!
Crisântemo Estou apaixonado

Dedaleira Falsidade
Gerânio Tristeza
Girassol Altivez
Íris Mensagem
Jacinto Magoa
Jasmim Graça e Elegância

Lírio Pureza

Madressilva Meiguice

Margarida Inocência

Miosótis Amor verdadeiro
Narciso Vaidade
Ninféia Pureza de coração
Orquídea Uma bela mulher
Rosa Amor

Os significados das flores noutras fontes e referências variam um pouco. Identificas-te com a tua flor preferida?

Nenhum comentário: