quinta-feira, 17 de março de 2011

Lua Cheia

Solitária, a lua cheia suspensa
sobre uma casa na margem do rio.
Debaixo da ponte corre a água noturna
Está vivo o ouro derramado no rio
O meu cobertor brilha mais que seda preciosa
As montanhas silenciosas sem ninguém
O círculo sem mácula - a lua
gira entre as constelações.
Floresce uma árvore
A mesma glória banha dez mil léguas.

Du Fu
(Tradução de Cândido Viveiros)
Du Fu (712-770 d.C.) é considerado o maior poeta chinês. Viveu durante a dinastia Tang (618-907), nascido de uma família de classe alta, perto da capital Chang'an, descendente do oficial da dinastia Jin Du Yu. Como poeta, sobressaiu-se em todas as formas de versos e caracterizou-se pela linguagem rica e variada, pelo magnífico domínio das regras da métrica e pelo profundo sentimento de humanidade.

Nenhum comentário: