sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

(...)
Antes se arrepender do que se fez
um dia por sincero prazer, pondo tudo de lado,
do que o arrependimento de se ter deixado de fazer,
por temor.... se o coração pedia.

Antes se arrepender do que se fez um dia
por sincero prazer pondo tudo de lado,
do que o arrependimento de se ter deixado
de fazer, por temor... - se o coração pedia.
Se colheste a emoção com intensa alegria
e se foste feliz e marcaste o passado,
bendiz esse segundo ou essa hora, - esse dia
em que o mundo foi teu, vencido e conquistado...
A vida é uma aventura e é preciso vivê-la!
Nada há que justifique uma abstinência ao mundo,
- ergue a mão para o céu e colhe a tua estrela!
É a hora do Natal... A estrela é o teu presente!
Mesmo que ela cintile apenas um segundo,
contigo hás de levá-la indefinidamente. (...)

J. G. de Araujo Jorge (1914-1987)

Nenhum comentário: