quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Um Poeta é um rouxinol que
se senta na escuridão e canta para se
confortar da própria solidão com belos sons;
seus ouvintes são como homens arrebatados
pela melodia de um músico invisível,
que se sentem comovidos e em paz,
ainda que não saibam como nem porque.

[Interlúdio... - Percy Bysshe Shelley]

Nenhum comentário: