segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Lesende Junge

Estar na manhã
ser a manhã
como um sapo, como um saco
como um fato
Ser
plenamente humano
sem rótulos
Apenas ser
como um pássaro
para flutuar leve
na manhã
de um sol interior
e cantar deslumbrado
por despertar deste sono
que é estar acordado.

Hideraldo Montenegro

Nenhum comentário: