segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Protestos contra Muamar Kaddafi que está há 42 anos no poder chegam à capital da Líbia.
Novas manifestações pressionam pela saída de Kadafi, enquanto filho diz que líder lutará "até o último tiro"
Vários diplomatas líbios no exterior renunciaram a seus cargos, insatisfeitos com a maneira como Kadafi reagiu à onda de protestos.
O chanceler do Reino Unido, William Hague, disse no início da tarde desta segunda-feira ter recebido informações que sugerem que o ditador da Líbia, Muamar Kadafi, está a caminho da Venezuela. O líder do país do norte da África tem boas relações com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez. O ministro da Informação venezuelano, Andres Izarra, negou que a informação seja verdadeira.
- Não tenho informação de que ele está lá, mas vi informação que sugere que ele está a caminho (da Venezuela) neste momento - afirmou o ministro britânico, que está em Bruxelas.
Hague ressaltou que não estava se referindo a rumores que vêm circulando desde domingo, mas a duas fontes de informação.

Nenhum comentário: