terça-feira, 23 de março de 2010

Josephine Wall
“Sentado sozinho, em meio aos bambus;
Toco minha cítara, e as notas reverberam.
No segredo da mata, ninguém pode ouvir;
Apenas a clara Lua, vem brilhar sobre mim”.

Wang Wei (701-761)

Nenhum comentário: