sábado, 23 de junho de 2012

Helen Allingham
E é da gente ignorada que levo as maiores impressões da existência.
Foram os pobres que me obrigaram a pensar - foi a série de figuras toscas que encontrei na estrada, duma realidade tão grande que nunca consegui afastá-las da minha alma.
Ainda hoje desfilam diante de mim os mortos e os vivos…
Não posso esquecê-los: parece que todos eles esperam alguma coisa de mim.
Raul Brandão (1867-1930)

Nenhum comentário: