quarta-feira, 30 de maio de 2012

Evelyn Pickering De Morgan
“(…)
Mas leio, leio.
Em filosofias tropeço e caio,
Cavalgo de novo meu verde livro,
em cavalarias me perco medievo;
Em contos, poemas, me vejo viver.
Como te devoro, verde pastagem.
Ou antes carruagem de fugir de mim
E me trazer de volta à casa,
A qualquer hora num fechar de páginas?”.

Carlos Drummond de Andrade (1902-1987)

Um comentário:

Orvalho do Céu disse...

Olá,
Trazer de volta à casa... estar de bem consigo mesmo... perfeito!!!
Abraços fraternos de paz