terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Da Guerrilha ao Planalto
Não adiantou toda a propaganda negativa da Imprensa Golpista sobre o passado de Dilma. Nem a disseminação de calunias, mentiras e falsificações de video e fotos feitos por blogues e neonazistas na internet. A elite brasileira preferiria que Dilma se arrependesse da luta armada e tagarelasse sobre isso: como o Gabeira faz sempre que tem oportunidade. Dilma tanto não se arrepende como ofereceu a vitória a todos aqueles mártires da liberdade.
“Dediquei toda a minha vida a causa do Brasil. Entreguei minha juventude ao sonho de um país justo e democrático. Suportei as adversidades mais extremas infligidas a todos que ousamos enfrentar o arbítrio. Não tenho qualquer arrependimento, tampouco ressentimento ou rancor.
Muitos da minha geração, que tombaram pelo caminho, não podem compartilhar a alegria deste momento. Divido com eles esta conquista, e rendo-lhes minha homenagem.
Esta dura caminhada me fez valorizar e amar muito mais a vida e me deu sobretudo coragem para enfrentar desafios ainda maiores.”

Presidenta Dilma no discurso de posse.

Nenhum comentário: