quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Sherri Friesman
Namoradas do sol, andorinhas inquietas,
Poesia dos beirais de asas leves e errantes!
Vocês vêm vocês vão como versos trissantes
De sílabas azuis, de rimas incompletas.
Andorinhas azuis de revoadas constantes!
Você me lembram sempre a saudade dos poetas
Incansáveis da altura e dos céus mais distantes.
Stella Leonardos

Nenhum comentário: